sexta-feira, 7 de setembro de 2012

És belo, és forte, és risonho... límpido!

O feriadão do dia 7 de setembro está terminando e muita gente está de folga até domingo. Até eu tirei o dia pra descansar hoje. Mas amanhã já estou de volta ao corre-corre do jornalismo diário. Coisa boa!

Geralmente, o feriado da Independência é comemorado com desfiles cívicos. Esses eventos são sempre marcados por belas apresentações de escolas, tiro de guerra e policiais. É uma forma de homenagear esta data tão importante para os brasileiros: o dia em que o País se libertou do domínio de Portugal.

Esta data me fez lembrar de uma reportagem que fiz há poucos meses, sobre o dia do Hino Nacional. O desafio era testar a memória da população nas ruas. Será que o povo é tão patriota a ponto de cantar pelo menos um trechinho do hino sem errar a letra? O resultado foi muito engraçado.

Reproduzo a matéria abaixo. Veja quantas “Vanusas” encontrei pelas ruas e entenda por que a letra do hino brasileiro é tão difícil de ser compreendida.

2 comentários:

Thiago Vasconcelos disse...

Luquinhas...
O povo não sabe mesmo cantar o Hino Nacional né..que engraçado!
Impossível não rir bastante com a participação da população em seu VT!
Parabéns pala ótima matéria!
Agora...você colocou o Nelson em uma fria, se não fosse o TP ele estava frito!! kkkk
Parabéns mais uma vez...e viva a Vanusa!! rs

Abração!

LUCAS MATHEUS disse...

É verdade, Thiago... O pessoal não sabe cantar muito bem a letra do hino nacional. Mas o historiador explica bem as razões disso. Quanto a participação das pessoas, isso foi o que deixou o VT mais engraçado! As pessoas se perdem, mas arriscam... Isso que é o legal! Agora o Nelson? Quero acreditar que ele saiba sim a letra do hino... rs. Abraço, volte sempre!