quarta-feira, 15 de agosto de 2012

PAUSA PRO CAFÉ!

Todos os dias, 1,5 milhão de jovens e adultos consomem maconha no Brasil. A droga é a porta de entrada para outros entorpecentes mais fortes. Mas, afinal, quem deve se responsabilizar por isso?

4 comentários:

Cláudio Henrique disse...

Parabéns, meu irmão. Deus te abençoe e sucesso com este blog sensacional.

LUCAS MATHEUS disse...

Claudinho, sua visita me deixa muito feliz. Espero contar com sua opinião sempre. Abraço!

Anônimo disse...

Olá Lucas!
Muito interessante você abordar o assunto maconha neste blog. Entretanto, é evidente que você não levantou dados suficientes e só apenas um e ainda questionável de que a maconha faz mal. Diz o comentarista que o uso prolongado da maconha causa esquizofrenia. Isso é realmente comprovado? Qual(ais) estudos podem nos afirmar isso?
Além do que nesta reportagem é apresentado um discurso que a maconha é a porta de entrada para outras drogas pesadas (crack), sendo que é sabido que o álcool (uma droga LEGAL) que é responsável por esta entrada.
Acredito que a discussão sobre as drogas seja importante, mas temos que tomar cuidado em tomar partido de pesquisas que ainda estão em andamento.
Temos que ter em vista que a Cannabis (gênero da maconha) é uma planta medicinal usada a milhares de anos pelos seres humanos e tem suas propriedades cientificamente comprovadas na atuação contra alzeimer, terapia contra o câncer, entre outros. É claro que não faço apologia ao uso de drogas quimicamente manipuladas, como cocaína e o crack que com toda comprovação científica é prejudicial ao ser humano.
Por isso sugiro não só eu, mas outros amigos pesantes que ao elaborar uma matéria jornalisticas dessas, que estude um pouco mais, aprofunde nos assuntos não dando apenas um notícia superficial e não construtiva.
Ps: os dados da Universidade Federal de São Paulo são de confiança, mas o ponto que eles querem chegar não é essa (que a maconha é a porta de entrada para outras drogas), MAS SIM UM LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO PARA COMPROVAR O USO DE MACONHA PELA POPULAÇÃO BRASILEIRA.
Lucas, leve isso como uma crítica construtiva, vinda de pessoas que estudam do assunto e não são leigas. Elabore melhor suas reportagens, sem tomar partido delas.
Atenciosamente, seus amigos internautas.

LUCAS MATHEUS disse...

Olá, Anônimo! Obrigado pela visita e pela opinião. A proposta da reportagem foi cumprida. Dentro dos dados que a gente tinha, procuramos mostrar este lado que apresentamos no VT! Toda crítica deve ser construtiva e aceito a sua com bastante humilidade. No entanto, adoraria receber uma sugestão sua. Como poderia ficar melhor? Envive para lucas.jornalismo@sbtinterior.com.br

Apenas uma correção: não tomo partido de minhas reportagens. Conheço as técnicas jornalísticas. Agora o podcast sim, ele é um espaço para opiniões minhas. Tem todo o direito de não concordar com elas. Abraço!